Perderemos batalhas, jamais a guerra”

Celebre frase, “perderemos batalhas, jamais a guerra”. Danos são causados, após derrotas, sempre haverá derrotados e vencedores, sabido que no campo da vida, dependendo do aspecto e ao olhar de quem participa, o derrotado poderá sim ser o vencedor.

Ressalvado as devidas proporções, na já batida e sabida , lei da ação reação, e da tentativas e erros, é mister afirmar, que sempre haverá o amanhecer e neste, poderemos observar a vida de uma outra forma, poderemos com as derrotas, ficarmos fortes, e certamente puro,adversos a maldade que nos cerca.

Estar livre de amarras, sem peso, é algo próprio pra dá um passo à nova vida, concerne que livre posso colocar o que me convém e me faz bem.
Recomeçar requer uma alma leve e livre, sem pendências, sem rusgas, isenta de dores acumuladas, porque o novo sempre vem, mas vem para quem realmente resolveu seguir de coração aberto, tendo deixado lá atrás o que não tem mais jeito.

Consegue deixar o que não deu certo lá pra trás e agradecer a Deus por não ter dado certo com mais ninguém? Me peguei fazendo isso .. agradecendo… Surpreso,encanto, coração bobo.. mas com um sentimento que não lembro antes ter sentido. Só a agradecer e torcer que não esteja vivendo apenas um sonho.

Que tudo isso seja realidade e que um dia,velhinhos,possamos rir e contar aos nossos netos o quando esperamos pra nos encontrarmos. Mas que toda espera vale a pena.

Kleber Plini

Post criado 161

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Copyright © 2019 Trecho de um Livro. Desenvolvido por D2W